Você está preparado para conversar com um influenciador?

“Você está preparado para conversar com um influenciador?” está bloqueado Você está preparado para conversar com um influenciador?

Você está preparado para conversar com um influenciador?

Todo mundo já sabe que as pessoas passam muito tempo na internet. E, com as mídias sociais, essa interação passou a ser mais dinâmica, criando um novo personagem e interlocutor: o digital influencer ou, simplesmente, influenciador. Quem está na onda fitness curte e segue Gabriela Pugliesi; quem gosta de culinária assiste aos vídeos da Ana Maria Brogui; os fashionistas acompanham as atualizações da Lalá Noleto; e para quem atua na área de economia e de negócios, os principais influenciadores são: Laércio Cosentino (presidente da TOTVS), Vicky Bloch (Sócia da Vicky Bloch Associados), Luiz Seabra (fundador da Natura) e podemos citar mais uma centena deles.

 

Eles são encontrados facilmente. Estão no Facebook, no LinkedIn, no Twitter, no YouTube ou no Instagram (Snapchat, Flickr e por aí vai). São seguidos e falam com milhões e influenciam o que esses seguidores comem, vestem e até a maneira como fazem ou conduzem seus negócios. Daí o nome influenciadores.

 

Mais importante do que conhecê-los ou mesmo encontrá-los, você precisa fazer outra pergunta: Como você e sua empresa devem manter um relacionamento ou comunicação com esses influenciadores?

 

Hoje, agências de comunicação ou mídia digital têm profissionais e áreas específicas para construir e manter um relacionamento com esses influenciadores digitais, desenvolvendo não só uma matriz de aproximação, mas também  conteúdo de valor que possa ser utilizado por eles.

 

Para falar com esse influenciador você precisa entender e dominar o processo de comunicação. Por mais que muitos deles cobrem por um Post (valores hoje que se equiparam a um anúncio de jornal, dependendo da fama e relevância do influenciador), alguns se transformam em bom investimento, pois conseguem realmente influenciar. Um exemplo do poder de alcance desses formadores de opinião é a Camila Coelho. Ela começou um canal de maquiagem no YouTube em 2010 que hoje possui 3.106.515 inscritos, e nas demais mídias sociais esbanja seguidores: 6.488.986 (Instagram), 2.908.196 (Facebook), 229.411 (Twitter) e 720.141 (Google +).

 

Entendeu um pouco da importância hoje para o seu negócio? Voltemos, então, para a questão do como falar. Cada influenciador segue e se comporta de acordo com o que lhe interessa. Se ele tem uma startup e vai contar o seu desafio como empreendedor, ele quer receber informações sobre empreendedorismo e quer ouvir outras histórias de sucesso como a dele. Assim como uma vlogger de moda consome informações sobre novas tendências, desfiles e outras atualizações sobre o tema.

 

Com certeza, não existe uma fórmula. Primeiro, é preciso pensar como esse seu influenciador. O seu conteúdo precisa ter uma linguagem que converse e que possa convergir com  o influenciador.

 

Você já definiu que conteúdo poderia ser interessante para o influenciador do seu negócio?

Nós podemos lhe ajudar.

Vamos tomar um café?


adsbrasil