Sustentabilidade e ESG nas práticas corporativas

Sustentabilidade e ESG nas práticas corporativas

Uma das siglas do momento na pauta de muitas empresas, o ESG, em inglês Environmental, Social and Corporate Governance, está diretamente relacionada a questões ambientais, sociais e de governança corporativa.  Estimulada pela atenção do mercado de capitais internacional, a sigla passou a ser adotada por gestores de investimento, empresas, consultorias em todo o mundo, garantido uma cara nova ao universo da sustentabilidade.

Os conceitos de sustentabilidade e ESG estão impactando cada vez mais as atividades empresariais, não só pela questão ambiental envolvida, mas também pelo modo como refletem diretamente nos negócios.

Mudanças climáticas, desigualdade social e culturas organizacionais abusivas são assuntos em pauta ao redor do mundo. As empresas estão atentas ao enfoque dado a esses temas, porque perceberam que a sociedade está cada vez mais atenta à maneira como utilizam os recursos naturais em seus negócios.

Segundo uma pesquisa realizada pela Opinion Box com 2.203 pessoas, cerca de 37% dos entrevistados já deixaram de consumir produtos de organizações que não realizam ações de preservação ambiental. Ainda de acordo com outro levantamento, feito pela KPMG com 75 mil consumidores, cerca de 16% dos entrevistados consideram relevante o aspecto de consciência social das marcas.

Esses resultados reforçam que as organizações devem ficar atentas às boas práticas e promover constantes ações de preservação e cuidados tanto com o meio ambiente como com a sociedade para permanecerem competitivas e atuantes dentro das tendências ditadas pelo mercado. Empresas que já adotaram conceitos de sustentabilidade e ESG começam a se destacar no mercado, obtendo lucros de forma consciente e equilibrada.

Quanto às organizações que pensam em adotar as boas práticas, a primeira dica é compreender a diferença de conceitos entre os termos. Embora possa parecer, sustentabilidade e ESG não são a mesma coisa, apesar da interdependência entre eles.

A Sustentabilidade tem seu olhar voltado para as oportunidades de transformações necessárias para o futuro, considerando múltiplos stakeholders e uma agenda mais ampla de toda a sociedade. Sua orientação é de fora para dentro da organização, mantendo-a conectada com as demandas da sociedade.

O conceito ESG, no contexto organizacional, consiste nas boas práticas que uma empresa realiza com base em valores éticos, respeito ao meio ambiente, crescimento econômico e desenvolvimento sustentável da população local. Para começar a aplicar todos esses conceitos em sua empresa, uma sugestão inicial é começar criando internamente uma área especializada para debater, planejar, executar e analisar todos os critérios ESG e de que forma podem começar a ser implantados em sua organização.

Algumas dicas para iniciar a implantação das práticas de ESG em seu negócio:

  • Criar e acompanhar KPIs de processos, projetos e pessoas;
  • Compartilhar informações com agilidade e transparência;
  • Potencializar a governança corporativa;
  • Gerenciar riscos e analisar cenários;
  • Facilitar a troca de informação e a comunicação entre departamentos;
  • Buscar proposta de oportunidades para melhorias constantes;

A inserção de um modelo de gestão mais sustentável não é uma tarefa fácil e ágil, mas extremamente compensatória às empresas que optam por incorporá-lo. Um futuro sustentável é o único futuro possível para as organizações. Não há mais volta para o antigo modelo de negócios.

Venha conversar com a gente!

Preencha o formulário abaixo e conheça mais nosso trabalho.